top of page

A creatina provoca queda de cabelo?

É comum me questionarem sobre a queda de cabelo como possível efeito secundário da toma de creatina. Pergunta à qual a resposta é um ressonante NÃO. A creatina não provoca queda de cabelo e não existe evidência nesse sentido. O mito tem origem provável num estudo de 2009 com uma pequena amostragem de jogadores de rugby onde se verificou um aumento da DHT sérica (Dihidrotestosterona) com a suplementação de creatina. Mas trata-se de um estudo de curta duração, apenas 3 semanas, em que o aumento da DHT se verificou apenas na fase de carga. Ou seja, na primeira semana com 20 g diárias. A tendência durante as restantes duas semanas a 5 g/dia foi de descida. Mas salienta-se que não foi verificada queda de cabelo nos jogadores, e nem sequer avaliada pois não era um outcome do estudo. Sabe-se que a DHT é um factor na alopécia androgénica, que tem também uma base genética importante. Mas a elevação episódica dos valores séricos não pode ser de forma alguma associada à queda de cabelo. Não existe evidência nesse sentido, nem sequer coerência num efeito da creatina nos níveis de DHT. Resultado que carece replicarão já que não se conhece sequer o mecanismo pelo qual a creatina poderia estimular a conversão de testosterona em DHT. E os níveis de testosterona não variaram no estudo. Cerca de 95% das reservas de creatina estão no músculo esquelético que nem sequer expressa significantemente a 5alfa-redutase e converte a testosterona em DHT. A associação entre a toma de creatina e queda de cabelo é anedótica e puro broscience. Baseada em relatos individuais e interpretação abusiva da evidência.


Referência


Johann van der Merwe et al. Clin J Sport Med 2009; 19:399:404

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page