top of page

Eu conto calorias na minha dieta?

Apesar de ainda ser relativamente novo, o fitness faz parte da minha vida há já 18 anos. Antes de o ser profissionalmente já o era na prática. Sou do tempo em que a efedrina era legal, a Twinlab a marca mais vendida, e à noite se bebia Cliftol com leite. Ainda não havia Facebook ou Instagram. Dá para imaginar? Depois de perder os 52 Kg a mais procurei na ciência as respostas para os manter fora e “encher as peles” com algum músculo. E é o que tem sido a minha vida desde aí, por profissão e paixão. Antes de entrar para a faculdade já adiantava estudo em fisiologia, metabolismo e nutrição, por livros que os universitários de hoje acham complexos. E digo-o agora como professor. Como para mim a congruência é a essência de um bom profissional, pratico com empenho redobrado aquilo que digo. Mas conto calorias na minha dieta?


Já o fiz com o rigor possível. Ainda tenho um ficheiro Excel com 4 anos de controlo do aporte. Sem um dia de interrupção. O último registo data de há 10 anos atrás. De que me serviu? A verdade é que hoje consigo estimar com boa precisão o teor energético e macronutricional de uma refeição só ao olhar para ela. Dentro de uma margem de erro aceitável para uma ciência que se baseia em estimativas algo grosseiras. O que antes era um cálculo moroso e chato, hoje é quase automático e intuitivo. Sei qual é o aporte energético médio que pretendo atingir, e quantifico “de cabeça” a proteína e os hidratos de carbono que quero por cada refeição diária. O que é mais simples do que contabilizar ao fim do dia.


Como sou uma pessoa de rotinas, em horários e espectro de alimentos no quotidiano, tudo se torna fácil. As excepções são raras e moderadas o suficiente para não lhes dar importância, e cravings não sei na pele o que são. Nada é proibido, apenas excepcional. Talvez por isso faça parte da pequena minoria que conseguiu manter >10% do peso perdido por mais de 5 anos. Aqui já vão 20, e recaídas não tive nenhuma... O segredo? Congruência entre o comportamento, o conhecimento adquirido, e algum senso comum. Monitorização, exercício, flexibilidade consciente e consistência ao longo dos anos.

0 comentário

留言


bottom of page